IntegraMídia: O Projeto

Inserimos com o projeto IntegraMídia, na Rede Municipal de Educação SME , Uruana-GO, as mídias, as TICs e outras Tecnologias na prática pedagógica do professor e do aluno, procurando criar uma necessidade do uso da Informática no ensino e na aprendizagem para que o corpo docente e discente possa interagir com a sociedade atual. Procuramos encontrar meios para que os inúmeros recursos disponibilizados na escola, possam ser inseridos, aos poucos, às práticas do professor, não como um meio de reproduzir as mesmas práticas, mas de aproximar estas práticas das vivenciadas fora da escola.

Projeto IntegraMídia

Justificativa

Uma das mazelas na escola tem sido a falta de acompanhamento do professor às mudanças que o cerca. Os alunos passam e participam de transformações constantes e, no que se referem às mídias, essas se intensificaram a partir do final do século passado; algo que não ocorreu com o professor, a grande maioria ainda se prende às mesmas práticas com as quais aprendeu e que ensina faz anos.
Este projeto é importante e necessário. Verificamos que a escola abriga um dos Polos UAB – Universidade Aberta do Brasil –, de educação a distância, e uma das contrapartidas, é o considerável número de recursos midiáticos (laboratórios de informática, acesso livre à web, ampliação da biblioteca, datas-shows, projetores, TVs, ambiente virtual de pesquisa, amplificadores de som, etc.) disponibilizados para uso comum às duas instituições de ensino. A potencialização de uso adequado dos espaços criados e das mídias disponibilizadas é fundamental para a prática do professor, oportunizando melhores condições de ensino e de aprendizagem aos alunos.
A proposta de intervenção está justamente em exemplificar práticas que podem colaborar para a aproximação do ensino e da aprendizagem ao que a sociedade atual vive, e para isso, ampliar o planejamento das práticas do professor, proporcionar ambientes que sejam geridos pelos sujeitos da educação, numa colaboração não linear, com partida planejada, mas com resultados produzidos por estes sujeitos, para além de um objetivo de conteúdo, mas de desvelar aquilo que é demanda na sociedade.
No desenvolvimento do IntegraMídia, criamos alguns ambientes virtuais que permitam a ampliação de discussões a respeito do que se estuda na escola e do que o aluno vivencia fora dela, além do registro destas práticas de ensino e de aprendizagem; tudo isso na busca de que as mídias realmente estejam integradas na escola.
Esses ambientes virtuais têm sido nutridos de discussões, de trocas de ideias, de conteúdos didáticos, de informações de momento, de criações, tudo com o auxílio da Informática; seja na construção destes ambientes em web, aproveitando, por exemplo, de blogs, grupos e redes sociais, ou na manipulação de softwares para tratamento de dados e de informação, e com isso, claro, revendo a prática do professor.
Praticamente não se via trabalhos assim na escola em que se interviu. O uso das diversas mídias é localizado, basicamente para a transmissão de conteúdos, pouco se cria. Não é uma proposta para se abandonar o físico e viver apenas o virtual, mas de trazer para a prática do professor, a Informática.
Pela vivência, os professores não têm em sua prática a inserção da Informática, não pela falta de capacitação, já que há bastante oferta; é por falta de conhecimento, e mais, o professor não sente necessidade de uma TIC em sua prática; sem essa necessidade, ele a vê como pouco útil, um enfeite, um floreio, uma distração, um passatempo.

Tal projeto é uma idealização do professor Charles Bastos que o cedeu para toda rede de Ensino do Município de Uruana, procurando potencializar o uso das Tecnologias na Educação, numa proposta de uso dos Laboratórios de Informática para que professores possam ter novas práticas de ensino e aprendizagem. O professor é editor deste blog, juntamente com a dinamizadora dos laboratórios, e administra ainda o site TICs na Matemática (antes o blog pessoal: Xarlleslb Blog).